O poder da música

Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música.

Aldous Huxley

Existe um cover de “Dancing on my own” da Robyn cantado em um programa da TV britânica chamado Britain’s Got Talent  que é de arrepiar.

Eu não lembro da primeira vez que ouvi, o que mais me impressiona é que a sensação de perda é sempre a mesma, sem brincadeira, eu estou ouvindo a música nesse momento e é como se alguém estivesse apertando o meu coração e o mais incrível é que está doendo.

Sou culpada de ser uma admiradora das artes em geral, mas a música me fascina, me encanta, me encontra, me faz feliz.

Então eu fiz uma pequena lista de 5 músicas que tem  muito sentimento e dor na sua essência, e é exatamente por esse motivo que elas são lindas e desconcertantes.

Todo mundo sabe que eu tenho uma queda por músicas tristes, o que acontece é que elas também me deixam alegre. Espero que gostem:

Calum Scott – Dancing on my own

5 a seco – Pra você dar o nome

Amy Winehouse – No greater love

Boyce Avenue – Say something

Alexz Johnson – Thank you for breaking my heart

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s