2 de abril, dia mundial da conscientização do autismo.

Num mundo repleto de mecanismos de assujeitamento como a burocracia, a doutrinação e a medicalização; eu conheci a pessoinha mais criativa e espontânea, característica que alguns autores mais sensíveis das ciências humanas consideram fator determinante de inteligência. Mas eu não me importo se você se encaixa ou não, na curva de normalidade que inventaram. Porque eu te amo desde a primeira vez que eu te vi e passei a amar cada vez mais as suas diferenças, o que faz de você quem você é, mesmo que parte disso seja o que, hoje em dia, chamamos de patologia.

Publico hoje esse texto, pra você acreditar que nesse mundo cheio de alienistas e discursos de ódio, existe também o que a gente mais está precisando. A diversidade, a tolerância à diversidade, e muito mais que isso, o desejo e o amor pela diversidade, a alteridade.

Porque nesse lugar onde todo mundo faz de tudo para corresponder a padrões inalcançáveis criados para dominar e limitar, nesse lugar que algumas vezes te reduz a um CID, tem pessoas que te amam exatamente por quem você é, e o que essas pessoas mais desejam é a sua felicidade. E que isso não signifique você tenha que deixar de ser único. Porque você não está aqui para corresponder as expectativas desse mundo, e já está o transformando só por ser exatamente quem você é.

Com amor,

Para Caio (2 anos)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s