Laranja Mecânica

Eu procurei definição de clássico por aí, mas acredito que compartilhar os resultados da pesquisa com vocês seria uma perda de tempo, sem contar que muito provavelmente vocês já sabem o que significa e se não souberem, bom… google por favor.

A questão central é, Laranja Mecânica nada mais é do que outro clássico da literatura do século XX, no post anterior Admirável Mundo Novo eu citei Aldous Huxley como gênio, a verdade é que Anthony Burgess também o é, e você pode até achar que eu sou maluca (o que provavelmente é verdade), no entanto, eu juro que vi uma certa relação entre as histórias, mas vamos ao que de fato interessa “Ó, meus irmãos” (fica meio patético como frase solta, mas essa é uma das expressões mais utilizadas pelo nosso querido drugui  Alex)
A história se passa em uma Londres futurística e é contada por Alex, um adolescente de 15 anos, que junto com seus três amigos Georgie, Pete e Tosko praticam assaltos, espancamentos e estupros pelas ruas da cidade.
Um dia no entanto, Alex vai longe demais e acaba assassinando um mulher durante um de seus rotineiros atos de violência, abandonado pelos amigos, ele é pego e condenado a 15 anos de prisão. Após 2 anos encarcerado, Alex é extremamente educado, forma que o ajudou a conquistar a confiança de pessoas superiores a ele, no entanto, a única maneira de se ver livre do lugar é ser voluntário como cobaia em um experimento governamental, cujo objetivo é reabilitar pessoas, diminuindo dessa forma a superlotação das cadeias públicas, além de diminuir a violência nas ruas, que já adquiriu proporções catastróficas.
O que o nosso drugui Alex não sabe, é que o processo que o tornará apto e conviver em sociedade novamente, será extremamente doloroso e tão desumano quanto as maldades que ele costumava praticar.
O fato de Alex ser de boa família e amante de música clássica como verdadeira arte, é perturbador, em um dos momentos do livro um dos personagens diz que se os jovens fossem estimulados a fazerem coisas aceitáveis pela sociedade como o desenvolvimento das artes em geral, provavelmente a violência seria reduzida, porém o autor deixa muito claro com uma das falas de Alex, que ele realmente não possui motivo para fazer as barbáries que faz, a questão é que ele sente prazer na violência, deixando claro que a bondade

ou fazer o bem é uma escolha, logo escolheu a violência.

Outro fator interessante é a linguagem utilizada por Alex e seus amigos, um vocabulário denominado nadsat que é utilizado por jovens e suas gangues na época em que a história é contada. 
Cena do Filme Laranja Mecânica 1971
Como se trata da minha opinião e eu acredito que cada um tem aquilo que merece, eu realmente não senti pena do Alex, pelo fato dele justamente ser mau e depravado, porém, talvez seja só impressão minha, mas acredito que o autor tenha dado a entender que no caso de Alex a violência foi só uma fase, no entanto, há estudos (que eu não sei quais, mas que certamente existem) que comprovam que a violência e a rebeldia em geral não são sinônimos de adolescência e algumas sociedades indígenas estudadas não apresentaram esses adjetivos entre os seus jovens.

A questão final é que a capacidade de escolher foi tirada de Alex sob tortura e o seu novo condicionamento não o permitia praticar aquilo que ele mais gostava e é ai que Admirável Mundo Novo entra, se você for pensar não há problema muito grande se pessoas depravas e violentas são condicionadas para praticar somente o bem, mas em Admirável Mundo Novo, a proporção de condicionamento não era apenas para alguns indivíduos, mas para toda sociedade, afim de o governo poder agir de acordo com o que lhe conviesse, uma vez que não havia pessoas aptas para questionar, pois eram todos condicionados de tal forma que tudo o que era falado era tido com verdade absoluta.
Eu poderia escrever muito mais, mas não tirarei o prazer da leitura de vocês! 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s