Admirável Mundo Novo

Um dia você acorda e resolve ler um clássico. Conclusão: Aldous Huxley é um gênio.


Publicado em  1932 Admirável Mundo Novo apresenta uma sociedade extremamente avançada em tecnologia, as pessoas são pré-condicionadas biologicamente, sendo criadas em laboratórios, o conceito família não existe mais, torna-se absurdo chegando a ser obsceno, além disso todos são condicionados psicologicamente a viverem em harmonia com as leis e regras sociais da sociedade, garantindo dessa forma a felicidade de todos os indivíduos.

Isso deveria ser chamado de progresso, e é, porém até que ponto esse “progresso” é benéfico?

Huxley, expõe um contraste entre dois mundos, um “avançado” onde todos são aparentemente felizes, e o outro “atrasado”, onde as pessoas envelhecem, têm doenças e matam umas as outras, mas a questão mais relevante levantada pelo autor, é totalmente cabível hoje,  quase cem anos depois as críticas ainda são válidas, será que o progresso, pelo progresso, sem ética realmente vale a pena?
Até que ponto é possível prejudicar o desenvolvimento da sociedade retendo e impondo informações sendo elas importantes ou não? 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s