[REVIEW] Skipping Stone EP [track by track]

   Ontem foi lançado mais um trabalho LYNDO de Alexz Johnson, pra quem não lembra ou não a conhece, já falei dela AQUI. O EP “Skipping Stone” chegou com tudo, junto a um Kickstarter (tipo o “Vakinha” aqui do Brasil) que já arrecadou muito mais do que ela pretendia para fazer uma turnê, por enquanto, só pelos EUA. Pra vocês terem uma ideia, Alexz queria arrecadar 30.000 dólares em 60 dias, mas em apenas 3 ela já arrecadou 41.826 dólares. Quanto mais você doa, mais coisas ganha, tem até pocket show exclusivo em casa e dependendo do quanto ela arrecadar, a tour pode alcançar mais lugares. #fingerscrossed
   Bom, agora vou fazer a minha tradicional review track by track, que só faço para músicos muito especiais, porque dá trabalho e exige mais neurônios do que eu costumo usar para postar aqui. Quem quiser ouvir junto e ir tirando suas próprias conclusões…ou não, just enjoy the music:



   Give Me Fire começa com metais e um rápido rufar de tambores que parece nos introduzir ao mundo desse EP. Essa música tem uma vibe forte dos anos 70 (se eu não me engano) na melodia, na bateria que dá vontade de acompanhar com palmas, em tudo. O bridge sai um pouco dessa época e parece vir mais para os anos 90. É mais uma música da Alexz com um refrão repetitivo, e eu não estou usando repetitivo com uma conotação ruim, ela sabe fazer isso, e já havia nos mostrado com Boogie Love e Gonna Get it no Voodoo, seu álbum anterior.



   Skipping Stone, a música que dá nome ao projeto e primeiro single, acho que é a mais profunda do EP em todos os sentidos. Desde a letra, até literalmente com a ambientação da voz com ecos, e a batida do coração no bumbo. Com a interpretação fica muito claro o quão de dentro veio essa música, ou não, né. A gente sabe que ela é atriz..hahaha..Anyway, eu sofro com essa música, ela mexe comigo, supera até a minha quase invencível preguiça e acabo indo buscar um bom fone de ouvido e coloco o volume no máximo para sentir mais. Esse é o clipe:






   Thief, tem uma produção que faz a gente imaginar a Alexz cantando na nossa sala de estar, até que vão chegando as outras peças do arranjo. E mais uma vez temos palminhas de fundo, o que já virou uma marca dela junto com os gritinhos. Vai para o caminho oposto de Skipping Stone, falando de se apaixonar de forma bem menos dolorosa, bem mais leve, até porque parece falar de um começo e não de um fim.
Acústica:




   Please To Meet You vem para nos tirar de vez do lugar profundo em que Skipping Stone tinha nos levado. 
Eu já disse que adoro o que ela faz com os backing vocals? Estou falando de todo o EP e de Voodoo, também. Eu preciso aprender a ser mais criativa com vozes, isso faz tanta diferença. 
Não sei porque, mas me lembrou um pouco de Mr. Jones, acho que é essa aura meio misteriosa. Agora eu vou viajar um pouco mais e dizer que traz uns elementos meio selva, ok? Ok. superamos.
Live:




Walking, nos leva mais para dentro novamente, só não chega ao fundo, fica no meio termo lindamente e parece dar mais unidade ao trabalho. Ainda não descobri que outra música que não é da Alexz, que essa faixa me lembra. Acho que é a minha preferida do momento. Do momento, porque sei que quando o álbum inteiro é bom, cada uma delas será a minha preferida alguma hora, Skipping Stone já teve a sua vez enquanto não tinha concorrência, agora vou pular de galho em galho, de música boa para música boa.
Eu sei que tudo é relativo, que gosto é que nem c*, mas não tem como dizer que o esse EP é ruim, experimente.! (sim, é uma ameaça)
Eai, caro leitor imaginário, o que achou?


#EDIT: Encontrei a música que “Walking” me lembra.! É ESSA. O estranho é que eu não me lembro de conhecer essa música..


Para conhecer mais da Alexz, visite ESTE fansite brasileiro super bem atualizado.


#EDIT 2:
Não sei de onde tirei que “Walking” é um meio termo, agora a acho bem mais densa que “Skipping Stone”

3 pensamentos sobre “[REVIEW] Skipping Stone EP [track by track]

  1. Eu simplesmente amo a Alexz, conheci ela através do Premonição 3, e logo na primeira musica que escutei dela eu virei fã por completo. A cada trabalho ela me surpreende, e é claro que isso aconteceu com Skipping Stone, cada música desse EP tem o seu estilo, a sua beleza, o seu encanto. A minha música do momento (UHSAUAH) é Give Me Fire, seguida por Walking, a qual eu achei que a Alexz faz uma performance fantástica, o vocal é tão profundo, é perfeito.

  2. Que raiva, comentei e não foi, perdi tudo! hahaha! Gostei da review! Adoro encontrar brasileiros que também curtem a Alexz. Divulgo do jeito que eu consigo! Ela merece ser ouvida e todos merecem conhecê-la! Talento impressionante e sem igual! Hahaha eu e minha amiga chegamos a conclusão de que Pleased To Meet You foi inspirada em alguma tribo indígena porque lembra selva, hahahaha!!! Enfim! Beijos e ótimo blog! -Deby (@bydeb e @qforalexz no twitter)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s