The Big C



  O que você faria se descobrisse que tem câncer e está com o prazo de vida expirando rapidamente?..Já viu essa sinopse antes, né? Sim, The Big C, traz o assunto preferido dos roteiristas americanos,  o câncer. O câncer está no páreo com vampiros e beijo gay, e já já chegam os zumbis com The Walking Dead para dominar as séries. 

  Se você já se cansou de ver câncer na tv e nem quer ver o piloto de The Big C, só digo uma palavra:  Showtime. É, The Big C é produzida no Showtime, e um canal dono de séries como: Dexter, Nurse Jackie, United States Of Tara e Weeds(que eu não vejo, mas deve ser boa), deve ser respeitado, para mim só bastou saber que a série é do Showtime para ver o piloto, sem desmerecer a promo que me convenceu. Então reconsidere, pelo menos veja o piloto, e se não te cativar..QueBom..

Motivos para assistir The Big C:

– Laura Linney está ótima no papel de Cathy Jamison, eu quero ver essa mulher não ganhar um Emmy ou Globo de Ouro. Mesmo não existindo uma categoria adequada para a Dramédia, Eddie Falco venceu como melhor atriz de comédia certo? E Nurse Jackie não é comédia nem no país do Borat.

– A série tem duração de 30 minutos, e você nem vê o tempo passar, deixa sempre um gossstinho de quero mais (ahh isso é tão brega). Tem uma dinâmica muito boa.

– The Big C, é mais uma série do Showtime no formato de dramédia de mulheres com problemas, o mesmo de Nurse Jackie (enfermeira-drogada-mãe-de-família-sem-limites), e United States Of Tara (mãe-de-família-com-multiplas-personalidades).

– E assim como as outras séries do Showtime que citei, traz protagonistas e coadjuvantes que arrasam, não só os personagens, como o próprio elenco. Apesar de ser uma série centrada em Cathy, ela não carrega a série sozinha, mas não há grandes tramas paralelas, é tudo bem amarradinho. Agora estou falando só de The Big C, porque United States Of Tara teve umas pontas soltas nessa segunda, e ótima temporada.

– A série consegue proporcionar lágrimas e gargalhadas num mesmo episódio, tudo de uma forma bem original, por mais clichê que a temática seja, os roteiristas conseguiram fugir dos clichês, e isso já é um grande mérito.
É isso.. Adendos, dúvidas, sugestões?
Comente.! Me ajude com novos posts  😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s